Conteúdo principal

Escrita Audiovisual & Literatura

Escrever pode ser uma arte, mas também é um ato de construção de alguma coisa. É assim que se constroem filmes, músicas, poesias, piadas, romances, literatura enfim.

24 MIN DE LEITURA

por Felipe Moreno

compartilhar

Sensações e impressões

Escrever roteiro de cinema

Há um formato padronizado para a escrita de um roteiro, mas o importante mesmo está no conteúdo dele. Veja algumas coisas que é o roteirista deve pensar/elaborar: 

Um roteiro de filme é um texto escrito que descreve uma história. Ele é usado para organizar diálogos, cenas de histórias, momentos musicais e o comportamento dos personagens em cada cena. Essa organização precisa é importante, pois os produtores precisam saber o que vai acontecer em cada cena para tomar decisões sobre a produção da obra. As cenas de um roteiro de cinema podem ser pequenas, como o que os personagens vão vestir, ou grandes, como um beijo.
1600128
O roteiro também é importante para os atores e atrizes, pois diz a eles o que dizer e como dizer. Por essa razão, o roteiro de um filme é um documento muito importante no processo de criação de um filme. O roteirista é responsável por elaborar o roteiro – o guia textual, em linguagem apropriada, que conta a história de um filme. Embora os roteiristas possam compartilhar semelhanças com escritores e dramaturgos, eles diferem porque se concentram no que será visto na tela, já que o cinema é um meio principalmente visual.

Personagens reais para a produção de um filme

Diretor, produtor, roteirista, técnicos, atores são os personagens reais que fazem a mágica da ficção audiovisual.

O diretor é responsável por criar a sequência visual de um filme, enquanto o roteirista é responsável por elaborar o enredo e a linguagem, observando cada pequeno detalhe do texto. 
 
Isso servirá para outros profissionais, já que em um filme existem dezenas de profissionais responsáveis por cada parte da realização de um filme. 
 
O roteiro também serve de plano de produção para um filme, pois além de descrever a história dá uma boa noção do orçamento de sua produção ou transformação em filme. 
 
Com um roteiro pronto em suas primeiras versões, o produtor pode então buscar recursos ou antes determinar se o projeto é viável. 
 
Sendo viável, o produtor contrata a equipe e, juntamente com a equipe diretiva do projeto, colocará em ação a realização do filme, os planos de marketing entre outras coisas.
Os roteiros dos filmes devem conter uma visão concisa, porém abrangente, dos principais pontos da história, bem como um enredo bem construído detalhando a sequência de eventos. 
 
Além disso, o pano de fundo da história e onde os personagens estarão situados devem ser incluídos. 
 
Os roteiros devem ser cuidadosamente planejados e bem desenhados, levando em consideração a ordem dos eventos. 
 
Eles devem ser baseados em fatos, muitos dos quais podem nem ser conhecidos do público. 
O roteiro é um documento escrito que descreve todos os aspectos de um filme.
 
Ele é dividido em três seções principais: o contexto, a história e as tomadas. 
 
O roteiro é uma ferramenta essencial para os cineastas, pois documenta todos os eventos que ocorrem no filme, seus cenários, ações e reações. 
 
Será dirigido pelo diretor, responsável pela ideia do filme e sua direção. No entanto, o roteiro é uma das bases da produção cinematográfica. 
 
Os roteiristas usam uma variedade de técnicas para criar uma história dramática eficaz. 
 
Uma dessas técnicas é organizar os elementos da história para estabelecer uma questão principal que guiará as emoções e os pensamentos do espectador.
 
Doc Comparato, grande autor nacional, diz em seu livro: “Roteiro é a forma escrita de qualquer audiovisual. … No entanto, sem material escrito não se pode dizer nada, por isso um bom roteiro não é garantia de um bom filme, mas sem um roteiro não existe um bom filme.”
 

Tipos de histórias para escrever

8 tipos de histórias para você escrever ou para você se inspirar a escrever.

Todas as histórias têm um começo. Os escritores têm um suprimento inesgotável de ideias para histórias esperando para serem exploradas. Pode vir de um encontro casual, escutando uma conversa ou relembrando um momento de sua própria vida. Ou você pode querer explorar um evento histórico ou período de tempo. Mesmo uma obra de ficção não requer necessariamente um prólogo – em vez disso, defina a cena. Selecionamos aqui alguns tipos de histórias que podem servir de inspiração para você escrever:

1. História de amor

Não há nada melhor do que o amor, não é? É uma emoção poderosa que pode levar os leitores a continuar virando as páginas de um romance. Uma boa ideia é fazer uma história de amor que inclua uma segunda chance. Existem muitos tipos diferentes de amor, cada um com suas próprias qualidades únicas. Alguns exemplos de amores proibidos do tipo Romeu e Julieta, ou qualquer casal que enfrente grandes obstáculos familiares para ficarem juntos. Independentemente de raça ou nacionalidade, esses casais demonstram que o amor pode ser verdadeiramente poderoso e duradouro.

2. Contos de amizade

Ao escrever sobre amizade, é importante lembrar que os amigos são algumas das pessoas mais importantes em nossas vidas. Nunca devemos subestimar sua importância. Como diz o ditado: “Um amigo é algo para guardar bem no peito”. Importante notar que bons amigos são essenciais em nossa vida pessoal e profissional. Eles são uma fonte de apoio e podem nos ajudar em tempos difíceis. Eles também nos fazem sentir bem sobre nós mesmos e nos ajudam a permanecer positivos. A melhor parte de ser amigo de alguém é que você não precisa fazer nada para tornar essa pessoa disponível para você; amigos estão sempre dispostos a oferecer seu ombro amigo e essas histórias são sempre muito comoventes e inspiradoras.

3. Conto infantil

Uma das melhores coisas sobre as histórias infantis é que elas podem inspirar as crianças a sonhar alto e explorar novas possibilidades. No entanto, muitas histórias infantis também têm um lado sombrio ou melancólico, o que pode fazer com que as crianças temam o mundo ao seu redor. Alguns truques para escrever histórias infantis são começar com um título que capte a atenção, começar com frases que descrevam o cenário da história, criar uma lista de personagens com os quais as crianças possam se identificar, mostrar o problema e as possíveis soluções a fim de dar um final feliz à história. Não se esqueça dos desenhos!
 

4. História de aventura

Um dos aspectos mais importantes das histórias de aventura é o protagonista, a pessoa sobre a qual a história é. Essa pessoa precisa ser alguém que nem sempre está envolvido em aventuras, mas está disposto a correr riscos e explorar coisas novas. O protagonista também deve ser alguém com quem o leitor possa simpatizar e torcer. 
Algumas perguntas a considerar são:
  • O que essa pessoa se parece?
  • Do que gosta?
  • Quais são os seus pontos fortes e fracos?
  • Qual é o seu momento ou desafio inicial?

5. Conto do passado

Nos primórdios da contação de histórias, as pessoas só contavam histórias umas para as outras. Na época de Platão, as pessoas se reuniam em círculo ao redor de uma fogueira e contavam histórias por meio de contadores de histórias. Hoje, contamos nossas histórias em blogs. As histórias antigas geralmente têm um estilo e formato de escrita diferentes das histórias mais contemporâneas. Muitos não têm títulos de capítulos ou divisões de capítulos. Muitas vezes, histórias antigas têm um grau maior de suspense e um enredo mais sutil. Além disso, muitas histórias antigas incorporam mitos e folclore.

6. História de ação

Histórias de ação são emocionantes de ler porque os personagens podem fazer coisas que nós não podemos. Por exemplo, o protagonista da história poderia montar uma armadilha para um animal selvagem em um deserto. Ele poderia escapar de qualquer perigo que surgisse em seu caminho. Embora não possamos armar armadilhas ou escapar dos perigos que aparecem, as histórias de ação nos motivam a esperar que um dia possamos conseguir isso!

7. História de terror

Muitas histórias de terror são conhecidas por abordar temas universalmente assustadores porque exploram nossos medos mais profundos. Os temas mais comuns em histórias de terror são drogas, morte e sangue coagulado. Histórias de terror são muitas vezes uma forma de mistério, proporcionando suspense e emoção ao deixar alguns detalhes sem explicação. Muitas histórias de terror contêm um elemento inexplicável ou inexplicável, como um suposto fantasma que não está na história, três testemunhas, um casal recém-casado que acorda encharcado de suor ou um bebê pendurado na janela. Ao criar uma obra de ficção, é importante considerar em que gênero você está escrevendo. Cada gênero tem seu próprio conjunto de técnicas e convenções que devem ser seguidas para criar uma obra eficaz. Com imaginação e visualização, você pode criar mundos incrivelmente assustadores e emocionantes para seus leitores explorarem.

8. Ficção Científica

De um modo geral, a ficção científica pode parecer estranha para a pessoa comum, pois envolve tanto ciência quanto fantasia. No entanto, apesar dessa mistura ocasional das duas, há uma boa justificativa para essa mistura: as duas artes funcionam muito bem juntas.

A ciência na ficção científica não precisa ser precisa (a menos que você esteja escrevendo uma peça de ficção científica mais aprofundada), mas precisa parecer plausível – e muitas vezes, quanto mais estranho algo é, mais trabalho precisa ser feito para fazer o leitor acreditar que poderia realmente acontecer.

Há elementos básicos para se escrever ficção científica e eles são essenciais para se alcançar a credibilidade da história a ser contada.

Pode acontecer ainda que, ao final do processo de escritura,  você opte por queimar o manuscrito em um ato simbólico de destruição. No entanto, há várias coisas a considerar antes de fazer isso.

Primeiro, pergunte a si mesmo por que você sente a necessidade de destruir seu trabalho. É porque você está descontente com isso? Você está preocupado com o que os outros vão pensar disso? Ou você simplesmente tem medo do processo de publicação?

Se suas razões são principalmente negativas – você acha que o trabalho é ruim, está preocupado com o que os outros vão pensar ou tem medo do processo de publicação -, pode valer a pena reconsiderar sua decisão.

Foco Narrativo

O que é e como estabelecer um modo de contar a história.

O foco narrativo é um aspecto importante da narrativa que pode afetar a forma como os leitores experimentam uma história. 

O tipo mais comum de foco narrativo é a narração interna, que conta a história a partir dos sentimentos e perspectivas dos personagens. 

Essa pode ser uma maneira poderosa de se conectar com os leitores e criar uma forte conexão emocional. 

O foco da narrativa serve a um propósito importante no desenvolvimento da história. 

Uma maneira de pensar nisso é a execução dos eventos que ocorrem e como eles se relacionam especificamente com determinados personagens e suas ações. 

Ao estreitar o foco dessa maneira, a história é capaz de criar uma experiência mais imersiva para o leitor. 

Uma das principais funções do foco narrativo é capturar a atenção do público e mantê-lo engajado no texto. 

Ao orientar os leitores para o que está por vir, prepará-los para os eventos que irão se desenrolar e tornar o texto relevante para suas vidas, o foco narrativo pode ajudar a manter a leitura do público. 

Isso pode ser crucial para minimizar a disposição do público em parar de ler e ajudar a tornar o texto mais agradável e informativo. 

A definição de foco narrativo é um dos fundamentos da escrita de um livro, série de TV ou filme. 

Este termo é usado por escritores, produtores ou diretores para determinar qual é a linha do tempo da história a ser contada. 

O foco narrativo determina qual é a linha do tempo da história.

 
Esses são os mais consagrados modos de utilização de foco narrativo:
  • narrador onisciente
  • narrador focalizado
  • narrador focalizado interno
  • narrador focalizado externo
  • narrador focalizado interno em primeira pessoa
  • narrador focalizado externo em primeira pessoa
  • narrador focalizado em terceira pessoa
O foco de uma narrativa, seja na literatura, mídia audiovisual ou qualquer outra forma de contar histórias, é um fator fundamental para atrair a atenção do público leitor ou espectador. Ao empregar técnicas específicas, um contador de histórias pode garantir que o público se envolva com a narrativa.

Escritor Independente

O que é ser um escritor independente no mercado digital.

Aautopublicação tornou-se uma opção popular para escritores nos últimos anos. 

Há muitas razões pelas quais você pode querer considerar a autopublicação de seu próprio livro. 

Talvez você esteja procurando mais controle criativo sobre seu trabalho ou queira ganhar mais royalties. 

Seja qual for o motivo, saiba que a autopublicação pode ser um processo desafiador, mas recompensador. 

Com as ferramentas e os recursos certos, você pode publicar um livro de alta qualidade que alcançará um público mais amplo. 

O mercado de escritores independentes continua a crescer, oferecendo oportunidades para escritores de todos os níveis de experiência. 

Se você é um escritor profissional, esta é uma boa notícia – existem empresas que criam oportunidades para todos os tipos de escritores. 

No entanto, mesmo que você não seja um escritor profissional, ainda pode aproveitar essas oportunidades. 

Pense em personagens criativos para a sua história. Eles são essenciais para qualquer história. 

Ao fazer pesquisas sobre o comportamento humano e analisar fobias específicas, os escritores podem obter uma compreensão mais profunda do que motiva as pessoas – e como criar personagens tridimensionais críveis que manterão os leitores envolvidos. 

Entender por que alguém pode estar sorrindo, mesmo que não esteja realmente feliz, pode revelar muito sobre essa pessoa. 

Por exemplo, pode significar que ela está reagindo contra a raiva por não ser tão bonita quanto outra pessoa.

Escrever personagens bonitos requer pensar em como eles podem se tornar memoráveis. 
 
Ao criar um personagem, é importante pensar em todos os diferentes aspectos que você deseja representar e como eles podem ajudar o leitor a se conectar com seu livro e suas histórias. 
 
É importante equilibrar as necessidades do personagem com as necessidades da história. Um breve checklist para inspirar a criação e desenvolvimento de personagens belos pode ter algumas perguntas-chave: 
1 – Como está o personagem?
Ele se sente perdido?
Eles se sente contente?
Eles se sente derrotado?
Eles se sente realizado?
2 – Quais são as motivações do personagem?
Quais são os objetivos do personagem?
Quais são os desejos do personagem?
Quais são as necessidades do personagem?
3 – Quais são as histórias por trás do personagem?
Qual é o passado do personagem?
Qual é o presente do personagem?
Qual é o futuro do personagem?
4 – Quais são os traços de personalidade do personagem?
Como ele reage às situações de modo geral?
Qual a principal característica do personagem quando em situação amena?
Qual a principal característica do personagem quando em situação de estresse?
Ele é polido, educado, mal-humorado, interessado, preguiçoso, frio, amoroso?
Autopublicação, portanto, é um processo de retroalimentação pelo qual escritor e plataforma digital de publicação interagem, levando o produto ao público interessado.

Literatura

Escrever literatura é uma prática artística que envolve imaginação e desejo de se expressar.

Ao definir literatura, é importante considerar que ela pode ser ficção ou não-ficção. 

A literatura abrange qualquer obra escrita, independentemente de seu gênero. 

Esteja você explorando os significados por trás de um poema ou analisando um romance, todas essas são consideradas formas de literatura. 

Literatura é um termo amplo e variado que pode ser interpretado de várias maneiras. 

Alguns podem ver isso como a arte de escrever bem, enquanto outros podem enfatizar a criatividade e a expressão. Seja qual for a sua definição, a literatura é uma ferramenta poderosa para explorar a experiência humana e compartilhar conhecimentos e ideias. 

Autores expressam seus sentimentos por meio de diferentes temas para serem compreendidos por seu público. 

Cada época tinha sua própria maneira de escrever, por isso não é de surpreender que a literatura daquela época se expressasse de maneira diferente. 

É como entender uma estética da informação – muitas vezes entender a própria mensagem subliminar do autor.

É importante considerar que a literatura é uma poderosa ferramenta de comunicação e expressão humana. 
 
É através dos livros que podemos obter uma melhor compreensão das pessoas e do mundo que nos rodeia. 
 
O hábito de ler regularmente ajuda a desenvolver a criatividade, o intelecto e a empatia. 
 
Em resumo, a literatura é uma forma de arte que usa palavras para expressar ideias ou sentimentos. 
 
Seu objetivo principal é criar obras de arte significativas e duradouras que reflitam a perspectiva única do autor. 
 
Essas peças podem ser compartilhadas com outras pessoas, permitindo comunicação e compreensão.
 

Escrever música

Letras bem feitas permitem uma experiência sonora ainda mais agradável do ouvinte.

Uma música original muitas vezes é baseada em uma história ou experiência que você deseja compartilhar com outras pessoas. 

Pode ser algo que aconteceu com você, ou sua opinião sobre um assunto atual. Isso irá ajudá-lo a ter ideias a fim de escrever uma música interessante. 

Ao escrever uma música, é importante ter um conceito ou ideia forte em mente que você deseja expressar. 

Isso o ajudará a manter o foco e determinar a sequência de sua música. 

Cada compositor tem seu próprio processo, mas a primeira chave é um bom conceito. 

Muitas pessoas acham que podem se relacionar com um sentimento ou experiência em um nível pessoal, e esse é um bom tópico para escrever uma música. 

O primeiro passo é sentar com papel e caneta e escrever a letra. 

Você pode escrever o que quiser, mas certifique-se de que suas letras sejam significativas para você. 

Ao escrever cada linha, você quer pensar na melodia. Uma melodia é uma parte importante de qualquer música: é o que lhe dá uma sensação de coesão e a torna memorável.

Escrever piadas

Piadas também são escritas quando pensamos em espetáculos humorísticos ou stand-ups.

M   uitos comediantes se  acostumam a escrever suas piadas, e, em alguns casos, também roteirizam um espetáculo ou simplesmente um quadro de humor.
 
Mas o que faz as pessoas rirem?
 
Essa é uma questão que há muito vem sendo debatida por comediantes e psicólogos.
 
Embora não haja uma resposta única, muitos especialistas concordam que as pessoas gostam de se relacionar com alguém que é bom em contar piadas.
 
Isso ocorre porque as piadas geralmente envolvem situações difíceis ou embaraçosas, o que pode fazer as pessoas se sentirem mais à vontade e conectadas ao contador da piada.
 
Então o que torna algo engraçado?
 
Esta é uma pergunta difícil de responder, pois o que uma pessoa acha engraçado pode não ser engraçado para outra.
 
Algumas coisas que podem fazer alguém rir incluem ser inteligente ou espirituoso, ser diferente ou ter um senso de humor inteligente.
 
É importante considerar seu público ao tentar ser engraçado, pois você quer garantir que suas piadas sejam compreendidas e apreciadas.
 
Para escrever piadas que sempre trazem um sorriso ao rosto das pessoas, você precisa ser original e pensar um pouco diferente de todos os outros.
 
Um grande truque que raramente é mencionado é o que você diz às pessoas enquanto esconde o segredo.

Benefícios da Escrita

Escrever é um processo de elaboração da linguagem que pode ser altamente produtivo.

Podemos ver os benefícios da escrita de muitas maneiras. 

Alguns benefícios mais óbvios são: Escrever melhora a função cognitiva.

As pessoas que escrevem pensam melhor. Escrever pode também ajudar a melhorar o humor (ou o contrário dependendo do caso). 

Escrever pode ainda ajudar a melhorar as habilidades de resolução de problemas.

Além disso, a escrita pode nos ajudar a nos comunicar de forma mais eficaz e pode ser uma ótima ferramenta para explorar nossos pensamentos e sentimentos, de maneira que favorece o repensar e a própria reescrita, isto é, sob um novo olhar ou ponto de vista. 

A chave para saber o que dizer em um texto é entender como priorizar suas informações, de forma que seja possível estabelecer coesão e coerência no argumento que se esteja escrevendo por exemplo.

Saber o que dizer significa escrever sobre o que você sabe de uma forma clara e fácil de entender para a maioria das pessoas.

Isso geralmente requer permanecer simples, direto e objetivo. 

Um texto escrito com eloquência certamente possui as palavras certas nos lugares certos, dando ao orador os meios para ser assertivo o mais possível.

Ressalte-se que o desafio de escrever para entretenimento é que as pessoas não querem apenas palavras para explicar ideias, elas também querem que as palavras sejam criativas, engraçadas, saborosas e até surpreendentes.

E os escritores mais famosos souberam desafiar-se para este objetivo.

Olhar através de um texto requer os esforços coordenados de muitas pessoas com diferentes formações e habilidades.

Ler um texto requer concentração e paciência; você precisa ser capaz de ler as palavras e entender seu significado subjacente.

Por fim, ao escrever para os outros, você se coloca no lugar deles e considera suas necessidades.

Isso ajuda você a criar conteúdo relevante e útil para eles. Ao escrever para os outros, você também ganha novos insights e se diverte mais.

 
O que oferecemos

Estamos aqui para escrever conteúdo segmentado e SEO para o seu negócio online!

Escreva-nos sobre o seu negócio ou projeto

Conteúdo e SEO andam juntos para trazer tráfego orgânico e de qualidade. Venha dar um “up” no seu site e projeto online com um trabalho profissional.

Escrevendo histórias como legado.

Nossa missão é dar ao seu negócio online visibilidade, expansão, credibilidade e autoridade. Iss se faz com um trabalho focado a resultados. Experimente!

Download our app for premium content.

Lorem ipsum dolor sit amet, consectetur adipiscing elit. 

Cover for Letrascri
304
Letrascri

Letrascri

Publicações e conteúdos digitais para diferentes suportes. Negócios digitais para o seu negócio e projeto.

Comments Box SVG iconsUsed for the like, share, comment, and reaction icons
Carregar mais