Escrever uma música é sentir as batidas no ritmo certo

Se você deseja escrever uma música original, é importante começar com uma história que você pode querer compartilhar com outras pessoas.

Compartilhar:

Share on facebook
Share on linkedin
Share on twitter
Share on whatsapp
escrever uma música

Introdução

Se você deseja escrever uma música original, é importante começar com uma história que você pode querer compartilhar com outras pessoas. É possível que você possa escrever sobre uma experiência que teve ou algo que aconteceu com você. Você também pode escrever sobre sua opinião sobre um assunto atual nas notícias. Você também pode criar uma história fictícia completa com personagens e lugares. Depois de ter o esboço básico de sua ideia musical, você pode começar a se concentrar na música. Você precisará criar progressões de acordes, melodias e letras para corresponder às suas ideias. Podemos dizer que, sem redundância, você precisa harmonizar a harmonia que há nas suas ideias e escrever a melodia.

A primeira coisa necessária para escrever uma música é uma boa ideia

A primeira coisa necessária para escrever uma música é uma boa ideia. A próxima coisa necessária é descobrir do que se trata essa ideia. O que você quer expressar em sua música? Qual é o conceito por trás das letras. Importante ter em mente essa ideia mais central para poder definir todas as ocorrências de maneira coerente. Uma vez que você tenha definido o essencial, é hora de começar a colocar de forma concreta essa ideia, de modo a explorar o que existe de potencial e de substância para que você possa ser original.

Mas também é bom haver um rascunho da música. Isso pode ser feito em um documento do Word, e em um gravador de voz ou com qualquer tipo de software básico de composição musical. Feito isso, esse material precisa ser editado e revisado para que as palavras e a música trabalhem juntas em harmonia. A última coisa necessária para escrever uma música é terminá-la e lançá-la. A música deve ser gravada e se for lançada e for bem-sucedida, isso pode mudar a vida de quem a compôs. Mas aqui ainda não é hora de sonhar muito, pois o trabalho de composição musical precisa ser iniciado sempre por um rascunho, para que o material seja inovador e inédito.

LEIA  3 tipos de letras criativas na tipografia criativa

A primeira chave é um bom conceito

De onde vêm as músicas?

Você pode estar se perguntando de onde vêm a inspiração e a motivação e qual é o primeiro passo na composição musical.

Em primeiro lugar, não há uma resposta direta para essas perguntas, pois cada compositor tem seu próprio processo. A primeira chave é um bom conceito. Muitas pessoas descobrem que podem se relacionar com um sentimento ou experiência em um nível pessoal, e isso é um bom tópico para escrever uma música.

Mas e quando você não tem uma ideia e sente que está preso em alguma coisa?

Pode ser difícil sentir que está sem inspiração. Nesse caso, ouça um pouco de música, toque alguma coisa, tenha uma conversa ou deixe uma música tocar e dance.

Na verdade, ter um bom conceito tem a ver com alma musical. E o que é ter alma musical?

Enquanto algumas pessoas se preocupam em compor uma música com uma boa química, outras vezes existe uma especial sensação que canta para nós. Talvez isto possa ser chamada de alma musical, uma sensação sublime que parte para nós em momentos inesperados, mostrando-nos o encantamento de Deus.

Você pode optar por realizá-lo sozinho ou pode optar por fazê-lo com outra pessoa

Muitas pessoas se perguntam sobre isso e muitas pessoas pensam que é uma coisa difícil de fazer. Não precisa ser difícil, pode ser uma das coisas mais fáceis que você pode fazer.

O primeiro passo é sentar-se com papel e caneta e escrever a letra. Você pode escrever o que quiser, mas certifique-se de que suas letras sejam significativas para você.

Ao escrever cada linha, você quer pensar sobre a melodia. Uma melodia é uma canção repetida que geralmente é cantada ou tocada em um instrumento. Uma melodia geralmente se repete no final de cada linha.

LEIA  Por que ler é fundamental na vida?

Quando você tem uma letra e uma batida, deseja escolher uma armadura de clave. Quando você escolhe um “tema” para sua canção – um tema é uma canção que repete-se repetidamente. Por exemplo, se sua letra tem palavras sobre uma musa, você pode escolher um idioma, modo e uma armadura de clave específica.

A batida é essencial para definir o ritmo da sua canção. Claro, que você escolhe a batida de acordo com sua letra. Então, você quer escrever as notas para a batida no papel, colocar duas linhas, uma paralela à outra, sem parar para olhar para o que está fazendo. É importante saber que cada bateria tem uma nota básica que é o baixo. A cada baixa, coloque uma nota na primeira linha; para cada nota elevada, coloque uma nota na segunda linha. Logo você terá um trecho de uma canção que você está escrevendo e experimentando com várias batidas.

Esses tipos de música têm uma estrutura semelhante e, depois de entendê-la, você pode variar o quanto quiser em uma parte de um tema e obter um resultado totalmente novo.

Mas quem sabe tudo isso aí poderia ser repartido com outra pessoa com a qual você mantém uma amizade talvez.
A experiência faz a ocasião. É assim que aprendemos tudo na vida. Até arriscar uma letra de música que vira uma bela canção e talvez junto com alguém a quem se ama.

Fique Conectado

Conteúdo sempre atualizado